PLANO NACIONAL DA CULTURA EXPORTADORA

O Plano Nacional da Cultura Exportadora – PNCE, criado em Maio de 2012, consiste em ações governamentais com o objetivo de fomentar o número de empresas exportadoras no Brasil. A iniciativa conta com o apoio de instituições da rede pública e privada que antes da criação do PNCE realizavam ações dispersas de forma isolada.

Atualmente, com a consolidação do programa, os Ministérios, instituições financeiras, confederações das indústrias e associações comerciais operam em conjunto para oferecer ampla assessoria às empresas que aderirem ao programa.

As empresas interessadas que se inscreverem no PNCE e forem selecionadas, deverão se adequar a uma trilha de internacionalização proposta pelas instituições do programa a fim de se tornarem competitivas no âmbito internacional.

A trilha proposta pelo programa, subdivide em 4 etapas:

PERFIL EMPRESARIAL: Momento em que a empresa preenche seu perfil indicando seus objetivos ao internacionalizar a empresa, tais dados farão parte da análise do PNCE.

AVALIAÇÃO DE MATURIDADE INTERNACIONAL: Após a referida análise do perfil da empresa, verifica-se o real potencial da empresa para se tornar competitiva no exterior.

PLANO DE AÇÃO: A empresa recebe assessoria completa para adequação dos itens necessário na companhia a fim de executar um plano de ação.

ATENDIMENTO CONSULTIVO: Todas as ações da empresa serão acompanhadas até o momento em que atinja os objetivos propostos pelo plano de ação. 

O acesso ao programa será realizado de forma online, através da página: SPHINX WEB.

Destaca-se que após aderir ao PNCE, a empresa se compromete a atualizar as informações anualmente para análise dos resultados obtidos pelo programa.

Fonte: Econet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *